• 10h00
  • Oficina Formas Breves
  • Por meio de dicas e exercícios, o escritor Marcelino Freire ensinará como “desbloquear” e “enxugar” um texto, trabalhar a concisão, dar voz a uma ideia, criar um personagem, organizar um livro, seja qual for o gênero.

    Marcelino Freire nasceu Sertânia/PE. Reside em São Paulo desde 1991. É autor, entre outros, de Contos Negreiros (Prêmio Jabuti 2006 - Editora Record) e de Amar É Crime, publicado pelo Edith (visiteedith.com), coletivo artístico do qual faz parte. Publicou recentemente seu primeiro romance, Nossos ossos (Editora Record).

    A oficina tem carga horária total de 9h, dividida em 3 aulas com 3 horas cada, realizadas de quinta à sábado (31/07 a 02/08), sempre das 10 às 13h. Serão emitidos certificados para quem comparecer em pelo menos dois dos três dias. 15 vagas.

    Local: Centro Cultural Sesc Paraty.

    Faça sua inscrição

  • 10h00
  • Oficina Literatura Infantojuvenil
  • Para estimular a produção literária voltada para crianças e jovens, a escritora Ninfa Parreiras irá trabalhar com a criação de poemas, brincadeiras com as palavras, aproximação com as figuras de linguagem e exercícios com a musicalidade do texto poético.

    Ninfa Parreiras é escritora de obras literárias para crianças e jovens e de livros de ensaios. Mestre em Literatura Comparada (USP), graduada em Letras e Psicologia (PUC-RIO), especialista da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil por muitos anos, pesquisadora da Fundação Cultural Casa Lygia Bojunga.

    A oficina tem carga horária total de 9h, dividida em 3 aulas com 3 horas cada, realizadas de quinta à sábado (31/07 a 02/08), sempre das 10 às 13h. Serão emitidos certificados para quem comparecer em pelo menos dois dos três dias. 15 vagas.
    Local: Centro Cultural Sesc Paraty

    Faça sua inscrição



  • 11h00
  • A vida nos extremos
  • Café Literário com Marcio Leite, Flávio Izhaki e Wesley Peres. Mediação de Sergio Leo.


    A morte ou consciência de finitude atravessa, com diferentes matizes, a obra de três escritores, que vão conversar sobre suas opções para tratar desse difícil tema nas suas narrativas.

    Local: Centro Cultural Sesc Paraty

  • 13h30
  • Show Medo Pequeno, de Paulo Freire
  • Paulo Freire é considerado um dos mais importantes violeiros e contadores de causo da atualidade. Medo pequeno é um espetáculo que aborda, no universo infantil, figuras mitológicas da cultura brasileira, através de “causos assombrosos“, entremeados por canções e ponteios de viola. Programação Infantil.
    Local: Centro Cultural Sesc Paraty
  • 14h00
  • Oficina de Intervenção urbana com o Grupo Desvio Coletivo (SP)
  • Na primeira parte da oficina ocorre a análise e o debate de material fotográfico e videográfico sobre algumas das principais referências da intervenção urbana artística e suas relações com o teatro, a dança, a performance e as artes visuais, enfocando trabalhos em espaços originalmente não dedicados à fruição artística (site specific performance), incluindo experiências no fluxo das ruas. Na segunda parte, os participantes vivenciam ações performativas centradas no conceito de coralidade, tendo diferentes espaços como ponto de partida de criação. Ao final da oficina realiza-se a intervenção urbana “Cegos”, colocando os cinquenta participantes da oficina juntamente com toda a equipe do Desvio Coletivo para atuar na rua.

    A oficina tem carga horária total de 8h, dividida em 2 aulas com 4 horas cada, realizadas de sexta a sábado (01/08 a 02/08), sempre das 14 às 18h. 50 vagas.
    Local: Colégio Estadual Eng. Mário Moura Brasil do Amaral (CEMBRA)

                       
  • 14h30
  • Ave Palavra!
  • Café Literário com João Vereza, Arthur Cecim e Marcelino Freire. Mediação de Marcelo Moutinho.


    A literatura é uma aventura da palavra. Três autores cujas obras exploram a oralidade como recurso narrativo irão conversar nessa sessão do Café Literário.

    Local: Centro Cultural Sesc Paraty


  • 14h30
  • Oficina de Roteiro
  • O curso abordará as técnicas de roteiro: argumento, “escaleta”, curva dramática, formatação e construção de cenas, com forte e consistente embasamento teórico para cada uma destas etapas da criação.


    José Carvalho: Vencedor do grande Prêmio do Cinema Brasileiro por Melhor Roteiro Adaptado (“Bruna Surfistinha”, 2012) e Melhor Roteiro Original (“O primeiro dia”, 1998), é Mestre em Literatura Brasileira.


    A oficina tem carga horária total de 9h, dividida em 3 aulas com 3 horas cada, realizadas de quinta à sábado (31/07 a 02/08), sempre das 14h30 às 17h30 . Serão emitidos certificados para quem comparecer em pelo menos dois dos três dias. 15 vagas.

    Local: Centro Cultural Sesc Paraty.

    Faça sua inscrição


  • 14h30
  • Oficina de Dramaturgia
  • A proposta é desenvolver exercícios práticos de produção de texto dramático impulsionados por fragmentos poéticos e narrativos extraídos da obra de autores como Gabriel García Márquez, Shakespeare, Pablo Neruda, Ferreira Gullar, Fernanda Torres, Gregório Duvivier, Eduardo Coutinho e Milôr Fernandes, este dois últimos homenageados nessa edição da Flip.


    Rodrigo Portella: Formado em Direção Teatral pela UNI-RIO, Rodrigo Portella atua hoje como diretor de teatro, dramaturgo e iluminador. Foi indicado ao Prêmio SHELL 2013 pela direção do espetáculo Uma história oficial e pela dramaturgia do espetáculo Antes da Chuva ambos da sua Cia. Cortejo, sediada na cidade de Três Rios. Em 2010 foi indicado ao Prêmio da Associação dos Produtores do Rio de Janeiro (APTR) pelo espetáculo Na solidão dos campos de algodão sob a direção de Caco Ciocler.


    A oficina tem carga horária total de 9h, dividida em 3 aulas com 3 horas cada, realizadas de quinta à sábado (31/07 a 02/08), sempre das 14h30 às 17h30. Serão emitidos certificados para quem comparecer em pelo menos dois dos três dias. 15 vagas.

    Local: Centro Cultural Sesc Paraty.

    Faça sua inscrição

  • 16h00
  • Meio de Campo: o papel do agente literário
  • Café Literário com Lucia Riff, Marianna Teixeira Soares e Nicole Witt. Mediação de Henrique Rodrigues

    Cada vez mais presentes no cenário cultural brasileiro, os agentes literários vêm contribuindo para a profissionalização do escritor. Num período em que despontam muitos autores com obras de qualidade, três agentes conversarão sobre as respectivas atuações nesse contexto.
    Local: FlipMais - Casa da Cultura                    

  • 16h00
  • Maratona da Palavra
  • Doze horas ininterruptas de contadores de histórias, poetas e performers. Começa dia 1/8 às 16h e vai até às 4h do dia 2/08. Curadoria de Benita Prieto. Às 16h haverá um coquetel infantil, pois a Maratona da Palavra se inicia com narração voltada para crianças.


    16h Bia Bedran (Niterói – conta histórias autorais)

    17h Marley Rosa (Paraty – histórias indígenas entre outras)

    18h Centro Teatral e Etc e Tal (Rio de Janeiro - espetáculo De férias no sítio)

    19h Almir Tã (Paraty – histórias da Cultura Caiçara)

    20h Grupo Morandubetá (Rio de Janeiro - Lucia Fidalgo e Benita Prieto contam histórias autorais e populares)
    Laura Maria (Paraty - histórias do Quilombo do Campinho)

    21h César Fraga (São Paulo – Projeto “Do outro lado” – fotos e histórias dos países africanos protagonistas do tráfico negreiro para o Brasil) 

    Grupo Confabulando (Rio de Janeiro - Maria Clara Cavalcanti e Ana Cretton contam histórias populares)


    22h Fabio Sombra (Rio de Janeiro – histórias autorias)

    23h Flávio de Araújo (Paraty – poeta) e Carla Nobre (Macapá – poeta)

    24h Richard Rebelo (Paraty – conta causos do Brasil)

    01h Augusto Pessôa (Rio de Janeiro – histórias variadas)

    02h Corujão da Poesia Universo da Leitura (João do Corujão e convidados)

    03h Claudia Ribeiro e o músico Felipe Rás (Paraty - histórias variadas)

    Local: Centro Cultural Sesc Paraty



  • 20h00
  • Mostra Welles encontra Shakespeare, com o filme Falstaff - O Toque da Meia Noite
  • Homenagem aos 450 anos de Shakespeare e os 100 anos de Orson Welles. Produção de 1965. William Shakespeare e a paixão que Orson Welles tinha pela Espanha desde sua primeira visita em 1933, finalmente coincidiram em 1965. O pretexto foi rodar este filme, cujas origens remetem a diversas versões de uma montagem teatral dirigida pelo próprio Welles, reunindo fragmentos de obras como "Ricardo III", "Enrique IV" e "As Alegres Senhoras de Windsor", em torno do personagem Sir John Falsfatt.

    Após a exibição haverá um debate sobre a obra com o roteirista José  Carvalho.
    Classificação etária: 12 anos
    Local: Centro Cultural Sesc Paraty

Centro Cultural Sesc Paraty

Rua da Matriz 20, Centro Histórico, Paraty/RJ