Publicado em 30/01/2018
Atualizado em 30/01/2018

A bebida do verão

Estação pede muita água e alimentos leves para manter o corpo saudável

Verão pede muita água e alimentos leves. Nos dias quentes, o corpo trabalha dobrado para manter a temperatura equilibrada. O organismo pede um consumo maior de líquidos para compensar as perdas de água, sais minerais (zinco e potássio) e vitaminas (C e Complexo B), além de refeições de fácil digestão.

Para manter o corpo hidratado, a água pura e fresca é a melhor e mais econômica opção. Mas se der vontade de consumir outro tipo de bebida, evite as que contêm cafeína e álcool, como café, refrigerantes tipo cola, guaraná natural, mate e bebidas alcoólicas. Frutas também são uma boa opção de hidratação, pois têm em sua composição cerca de 90% de água, além de fibras, vitaminas e poucas calorias.

Água também é a chave do sucesso de suas atividades físicas durante a estação. Beba de um a dois copos antes do exercício e faça pausas a cada 15 ou 20 minutos para repor a perda. É recomendável evitar líquidos com mais de 8% de açúcar e praticar atividades ao ar livre em horários com temperaturas mais amenas: antes das 10h e depois das 16h.

A estação também pede refeições pouco volumosas e fracionadas em várias vezes ao dia. Inclua no cardápio legumes e verduras, grãos e cereais integrais, carnes magras, como frango e peixe; leite e carnes vermelhas magras. Esses alimentos ajudam na reposição de nutrientes que o corpo perde com a transpiração mais intensa no verão.

Outra dica importante é ficar de olho nos alimentos. No verão, a proliferação de bactérias é mais fácil devido às altas temperaturas. É comum o aumento de casos de intoxicação alimentar, causados por alimentos mal preparados ou com conservação inadequada. Logo, não consuma alimentos que estejam expostos à temperatura ambiente por mais de 30 minutos e lave as mãos sempre que for preparar ou consumir as refeições.

 





O Sesc no Brasil