Publicado em 17/12/2019
Atualizado em 07/01/2020

Curta o verão com saúde

Cuidados com a alimentação e a pele devem ser redobrados nesta época do ano.

Com a chegada do verão, uma das estações mais esperadas do ano, é preciso ter uma série de cuidados para aproveitar ao máximo os dias quentes. As pessoas estão em clima de diversão, muitas entram em férias e as atividades ao ar livre são as mais procuradas.

 

Para manter a saúde em dia, a melhor opção é beber bastante água. O indicado é ingerir, no mínimo, dois litros por dia. A ingestão também pode ser feita por meio de sucos ou água de coco. O mais importante é se manter hidratado. Caso tenha vontade de tomar outras bebidas, evite as que contenham cafeína, como café, guaraná natural ou mate. As bebidas alcoólicas também devem ser evitadas, pois causam desidratação. As frutas são uma boa opção de hidratação, pois têm em sua composição cerca de 90% de água, além de fibras, vitaminas e poucas calorias.

 

Fique de olho também na alimentação. Opte por ingerir alimentos leves com pouca gordura, que não dificultam a digestão, como saladas. Além disso, tenha cuidado na higienização de legumes e verduras e no preparo e conservação dos alimentos.

 

As altas temperaturas e exposição ao sol podem trazer riscos à saúde, como insolação, queimaduras e câncer de pele. Utilize protetor soltar e evite pegar sol das 10h às 16h. Outros aliados na proteção são o guarda-sol, óculos escuros, chapéus ou bonés. Roupas leves e arejadas também são bem-vindas. E lembre-se de, após um mergulho, reutilizar o protetor solar. Evite fazer tratamentos com laser e usar produtos químicos durante o verão se for se expor ao sol, pois podem danificar a pele e causar manchas.

 

E não podemos esquecer do  Aedes aegypti, cuja incidência aumenta nessa época do ano. Para ficar livre do mosquito e de doenças como dengue, zika e chikungunya, é preciso alguns cuidados. O Ministério da Saúde recomenda o uso de repelentes para reforçar a proteção contra o mosquito, em especial às gestantes, pela associação do vírus zika com a microcefalia em bebês. Para se manter protegida, a pessoa deve aplicar o repelente diariamente ou quando for realizar atividades ao ar livre nas áreas expostas do corpo, devendo observar o tempo de reaplicação de dez horas.

 

E repelente também combina com filtro solar. Afinal, proteção nunca é demais. Basta aplica-lo após o protetor solar, num intervalo de pelo menos 15 minutos, tempo para a pele absorver o produto.

 

Outra forma de se proteger é eliminando os possíveis criadouros, que surgem por meio do acúmulo de água parada. São medidas simples, que devem ser incorporadas ao dia a dia: colocar areia nos pratinhos com vasos de planta, manter tapados lixeiras, ralos, caixas d’água e vistoriar calhas, garrafas, pneus e até brinquedos que fiquem expostos. 





O Sesc no Brasil