Publicado em 24/06/2019
Atualizado em 24/06/2019

OdontoSesc completa 20 anos

Mais de cem mil pessoas são atendidas por ano pelas unidades móveis

“Um sorriso abre muitas portas e traz grandes oportunidades”. É o que afirma o lavrador Ricardo Lopes, que foi atendido pelo OdontoSesc na cidade de Coração de Maria, na Bahia. Oferecer assistência e cuidados com a saúde bucal a pessoas que não possuem acesso a consultórios odontológicos é o objetivo do projeto itinerante que completa 20 anos de estrada.

 

Desde 1999, o OdontoSesc, inaugurado na cidade de Esperança, na Paraíba, percorre cidades carentes desse tipo de assistência. Por meio de 59 unidades móveis, equipes realizam atendimento gratuito à população em locais com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) ou baixa cobertura, como municípios do interior do país e periferias de grandes cidades, ampliando o alcance das clínicas fixas. As unidades permanecem por 90 dias úteis em cada local. Os principais tratamentos realizados são extração, tratamento de cárie, limpeza e aplicação de flúor.

 

 

OdontoSesc em seu lançamento na Paraíba em 1999 (foto:acervo)

 

Além do atendimento, o projeto realiza um intercâmbio técnico com profissionais locais para promover a saúde. Os pacientes que recebem tratamento clínico têm também a oportunidade de participar de ações educativas voltadas para a prevenção e orientações sobre a saúde bucal. Uma das ações mais importantes é conhecida como “escovódromo”, na qual profissionais capacitados por dentistas do Sesc ensinam a população a fazer a escovação corretamente e a usar o fio dental.

 

Maria Silvia Nacao, odontóloga sanitarista do Departamento Nacional do Sesc, explica que o aprendizado adquirido pelos pacientes nas unidades é levado para seus familiares. “Deixamos um legado que faz muita diferença na comunidade”, afirma.

 

 

Além dos tratamentos são realizadas diversas atividades educativas (foto: divulgação)

 

A Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, foi um dos pontos que tiveram o atendimento em parceria com a Associação Semente da Vida. A presidente da organização, Maria do Socorro Brandão, ressalta a importância da iniciativa: “Acho fabuloso porque não temos esse tipo de atendimento dentário, ainda mais com essa qualidade. Tivemos a oportunidade de encaminhar muitas famílias, com destaque também para as orientações passadas em vídeos educativos às pessoas enquanto aguardavam atendimento”.

 

Segundo Socorro, a associação também fez parceria com a unidade para a realização de um trabalho educacional com os jovens da instituição. “Ter o OdontoSesc aqui dentro não tem preço que pague”, completa.

 

Victor Coutinho Mello Machado, analista de Odontologia do Sesc, conta sobre a sua atuação e o fortalecimento do trabalho do estado com a saúde pública. “A minha experiência na Cidade de Deus vai além da odontologia. Fizemos um trabalho com narcóticos e alcoólicos, então a odontologia era um caminho para tratar outros problemas de saúde. Vimos muitas pessoas conquistando o direito e cidadania”, diz.

 

Por ano, cerca de 700 mil consultas são realizadas e cem mil pessoas atendidas. Cada unidade possui equipamentos próprios e uma equipe formada por dentistas, assistentes, agente de saúde e auxiliar de serviços gerais.

 

 

>>> Atendimento odontológico no Sesc

O Sesc desenvolve trabalho na área de odontologia há mais de 70 anos, destinado prioritariamente ao público de baixa renda e com maior dificuldade de acesso ao serviço. Além do atendimento oferecido nas 59 unidades móveis do OdontoSesc, 187 clínicas fixas realizam tratamento clínico e ações educativas voltadas para a prevenção da saúde bucal em todo o país. Nas clínicas, profissionais especializados proporcionam acolhimento aos pacientes, com atenção às suas necessidades e realidade social. Na primeira consulta, é realizada a anamnese e serviços como aplicação de flúor e deplacagem, além de orientações para higiene bucal. As consultas abrangem também restauração em resina, canal, extração, entre outros atendimentos.





O Sesc no Brasil