Publicado em 05/10/2017
Atualizado em 11/10/2017

Outubro Rosa na Estrada

Unidades do Sesc Saúde Mulher percorrem o país realizando exames e ações educativas




Informação é a primeira forma de combate ao câncer de mama. Conhecer o próprio corpo, saber quais as formas de se prevenir e onde buscar ajuda são fatores essenciais para lidar com a doença. Para levar conhecimento e prevenção a milhares de pessoas, o Sesc montou a maior rede itinerante voltada a saúde da mulher. São 24 unidades móveis que percorrem as mais diversas localidades do país, promovendo ações educativas e realizando exames de mamografia e citopatológico, com os objetivos de rastrear e prevenir as doenças que mais atingem o público feminino: os cânceres de mama e do colo do útero.
 

 

O Sesc Saúde Mulher atua atendendo mulheres entre 50 e 69 anos, faixa etária onde se observa maior propensão ao câncer de mama, segundo o Ministério da Saúde. Os exames citopatológicos são voltados a mulheres que tenham idades entre 25 e 64 anos, já com vida sexual ativa, como prevenção ao câncer do colo do útero. As unidades oferecem equipamento de mamografia digital para rastreamento da doença, além de equipes treinadas por profissionais do Hospital de Câncer de Barretos.
 

O projeto oferece atendimento humanizado, com as equipes de profissionais dispensando tempo para esclarecimento de dúvidas e orientações sobre diversos assuntos. Dessa forma, as pacientes se sente a vontade para a colocação de questões delicadas, mas de grande relevância para a saúde e prevenção, como por exemplo o uso correto do preservativo e sintomas de determinadas doenças.
 

A unidade móvel fica cerca de três meses em cada praça. Mas o trabalho começa pelo menos 30 dias antes de sua chegada, com a promoção de palestras e oficinas, divulgação e agendamento de consultas. A adesão é voluntária e com o horário flexível, conforme a rotina do local. Além dos exames, as mulheres recebem orientações tanto nas salas de espera e consultórios das unidades, como em escolas, unidades de saúde e espaços comunitários, onde são desenvolvidas as ações educativas.
 

O Saúde Mulher começou a circular em 2012, tendo sua primeira unidade no estado do Rio Grande do Norte. Antes disso, porém, o Sesc no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais já desenvolviam trabalhos itinerantes de prevenção em doenças, que acabaram por inspirar o projeto. Hoje, essas unidades compõem a rede, presente nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, Tocantins e no Distrito Federal.
 





O Sesc no Brasil