Saúde no Sesc
Para o Sesc, a saúde é compreendida como reflexo das condições políticas, econômicas e sociais da população. Assim, o Sesc planeja suas atividades para que se multipliquem nacionalmente e beneficiem milhares de brasileiros. Voltados para os comerciários e toda população, os programas de saúde valorizam a prevenção e a promoção.

Por meio de seus programas, o Sesc oferece assistência médica dentro de suas atividades, com ações destinadas ao diagnóstico, à prevenção e ao tratamento de doenças; atendimento odontológico de qualidade; preocupa-se com a alimentação segura e balanceada através da atividade Nutrição; e, além disso, o Sesc realiza projetos de Educação para Saúde que buscam prevenir doenças sexualmente transmissíveis, entre outras enfermidades, o controle social e promoção da saúde.


Áreas de atuação:

     
  • Nutrição
  •  
  • Assistência Odontológica
  •  
  • Educação em Saúde
 

Objetivos:  

     
  • Promoção da saúde
  •  
  • Prevenção de doenças e agravos à saúde, como câncer, obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outros
  •  
  • Controle social da saúde
  •  
  • Informando e prevenindo AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis
  •  
  • Contribuir para a melhoria da qualidade de vida, o ambiente físico, social, cultural e econômico propício a um estilo de vida saudável
  •  
  • Ampliar conhecimentos pessoais, aliando fatores determinantes ao estilo de vida e identificando recursos necessários para prevenção da saúde
  •  
  • Reforçar a capacidade dos indivíduos de tomar decisões, fazer escolhas e enfrentar situações difíceis

 


Como começou

Quando iniciou seus primeiros projetos e atividades da década de 1940, o Sesc tinha a Saúde como área prioritária. A entidade levava serviços médicos e sanitários a comerciários e seus familiares e combatia especialmente a tuberculose, doença que  atingia milhares de brasileiros e ainda carecia de tratamentos. Além disso, o Sesc oferecia assistência à maternidade e infância para reduzir o índice de mortalidade infantil. 

Ao longo da década 1950 surgiram mais investimentos em novas áreas: Odontologia, Nutrição e Farmácia. O objetivo era estabelecer novas formas de prevenção, e foi então que o Sesc também passou a valorizar ainda mais a qualidade de vida por intermédio do Lazer. Esportes e colônias de férias passaram a fazer parte da programação, e hotéis e balneários começaram a ser construídos. Desde então o objetivo é seguir as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS): estabelecer um completo bem estar físico, mental e social e não apenas de ausência de doença.