o sesc nos estados

A mamografia

O câncer de mama é a principal causa mundial de morte por câncer da população feminina. As mulheres devem ficar atentas aos sintomas do câncer de mama. Simples cuidados e pequenas atitudes podem fazer a diferença. A prevenção começa em casa. A simples visualização periódica das mamas pode ajudar a perceber sinais diferente como:
  • aparecimentos de ínguas nas axilas,
  • modificações na forma e tamanho das mamas,
  • saída de secreção escura ou com sangue pelo mamilo
  • modificações na pele, na aréola mamária ou no mamilo.

O diagnóstico precoce do câncer mamário pode ser feito pelo exame clínico das mamas (realizado por profissionais da saúde especializados) e por exames de imagem, como mamografia e ultrassonografia.

  • Mamografia é o exame que fornece o resultado mais precoce.  O exame das mamas detecta alterações sugestivas de câncer, mesmo em seu estágio precoce, antes de se tornarem palpáveis. O diagnóstico pode diminuir a chances de morte da paciente de 30 a 70%. As mulheres devem realizar este exame regularmente e se submeter a controles anuais e bianuais a partir dos 40 anos.
  • Ultrassonografia não é um método de rastreamento do tumor mamário, mas é atua na complementação da detecção em determinadas condições. É  importante na orientação de punções de nódulos, que podem ser cistos – passíveis ou não de serem aspirados.

Desde 2013, o dia cinco de fevereiro é considerado o Dia Nacional da Mamografia e pretende sensibilizar as mulheres sobre a importância de realizar o exame para a detecção precoce do câncer de mama.