Pessoas em situação de vulnerabilidade social e nutricional, assistidas por mais de 6.000 entidades cadastradas no Programa, são prioridade. São instituições de longa permanência de crianças e idosos, creches comunitárias, instituições de acolhimento a idosos, crianças, adultos, dependentes químicos, pessoas em situação de rua e outros públicos necessitados de atenção.

O Mesa Brasil não fornece a refeição completa, mas complementa e reforça a alimentação, agregando valor nutricional à mesa dessas pessoas. Para fazer parte do Programa as entidades devem atender a alguns critérios de inscrição e cadastramento e a permanência está condiconada à participação nas ações educativas, permissão para visitas de acompanhamento realizada pelos técnicos do Programa e demais atividades que são acordadas previamente.

Ações emergenciais

O Mesa Brasil também atua em caráter emergencial, junto a populações vítimas de catástrofes ou calamidades públicas de qualquer natureza. Com um trabalho de logística humanitária é realizada uma grande corrente de solidariedade, ativada pelo Sesc e aderida por inúmeros parceiros, sempre que ocorrem situações de emergência no país. A ampliação para esse tipo de atuação surgiu em 2008 durante as chuvas que atingiram Santa Catarina e, desde então, passou a ser deflagrada sempre que se fez e faz necessário. Todas as atividades são coordenadas pelo Mesa Brasil Sesc, que mobiliza cidadãos e empresas para ajudar a essas pessoas em situação de risco.