Premiados 2016

Prêmio Sesc de Literatura divulga os vencedores de 2016


Franklin Carvalho e Mário Rodrigues terão seus livros publicados pela editora Record

O nordeste ganhou destaque ao contemplar os dois vencedores do Prêmio Sesc de Literatura deste ano. O jornalista, natural de Araci (BA), Franklin Carvalho venceu na categoria romance com ‘Céus e terra ‘ e o professor, de Garanhuns (PE), Mário Rodrigues na categoria conto com ‘Receita para se fazer um monstro'. Em julho, os autores participarão da programação do Centro Cultural Sesc Paraty durante a FLIP.

As comissões julgadoras foram formadas pelos escritores Luis Antônio de Assis Brasil e Cíntia Moscovich (Romance, comissão sediada no RS) e Ivan Marques e João Anzanello Carrascozza (Conto, comissão sediada em SP). 

O Prêmio Sesc de Literatura 2016 teve 1503 livros inscritos – 709 contos e 794 romances. São Paulo e Rio de Janeiro foram os estados com maior número de candidatos: 469 e 208, respectivamente.  "O número de 1503 inscritos deste ano é três vezes maior que a média histórica do projeto. Isso mostra que iniciar uma carreira literária numa grande editora é o sonho de muitos aspirantes a escritor”, destaca Henrique Rodrigues, assessor técnico do Departamento Nacional do Sesc.

O próximo edital será aberto em janeiro de 2017.


Menções honrosas

Em romance foram concedidas menções honrosas para "Bem diante dos meus olhos", de Eduardo Augusto Alves de Almeida (de São Paulo/SP) e "Não me empurre para os perdidos", de Maurício Mello Jr. (de Brasília/DF). 

Em Conto não houve menção honrosa.


Obras pré-selecionadas
*listagem não classificatória


Conto

B identifica o número de A. - Maria de Lourdes Pinheiro dos Santos
O cheiro da Pele Depois Da Chuva – Adriana Riva Gargiulo
Cólicas, câimbras e outras dores – Michel de Oliveira Silva
Florence e Horácio – Cristina Moraes Vázquez
O mistério de Frida Zeiden – Renato Barros de Castro
Bombardeios (False Flags) - Raphael Rocha Nascimento Silva
Bric-a-Brac - André Gonçalves Mellagi
Contos negros - Paulo Eterno Venâncio Assunção
Emma & - Jose Angelo Rodrigues
A mulher que escreve - Ana Lucia Cardilho França
Um livro de milagres - Leandro Marques Durazzo
Se elas se afogarem quem se importa – Rosana A Silveira
Amores monstruosos – Clara Ferrer Costa
Papéis invertidos e outras histórias – Francisco Bernivaldo Carneiro
Rosario e ópio – Vera Idely de Aguiar Cabral
O jardim das hespérides – Daniel Fernando Gruber
Pegando na pena – Cesar Borchert Lopes
O eremita... E as histórias que ele contava - Marcelo Antinori
Amores sempre amáveis - Juliana Cristine Diniz Campos
Escotilhas - Andressa Barichello
Um lugar - Marana Borges
Solidão e companhia - Lygia Roncel de Rodrigues Ferreira
Caracol - Luciana Chardelli Nunes
Sobrenome perigo - Ricardo Maurício Gonzaga
Síndrome de Hemingway - Emir Rossoni
A Tênue Película Que Nos Separa Deste Mundo - Ademir Demarchi
Meu Nome é Delacroix - Eliezer Moreira Da Silva
Receita para se fazer um monstro - José Mário Rodrigues do Nascimento
Dezembro de coração arrebentado - Maria Fernanda dos Santos Elias Maglio
Cronômetro de apneias - Elidia Maria de Novaes Souza
Posso ser ficção - Leonardo José dos Santos
Tacanharia - Thaysa Helena Cruz Moreira da Silva


Romance

Pétala de carne – Agnaldo de Assis Nascimento
Peixe cego – Priscila Luz Gontijo Soares
Glitter – Bruno Robson Ribeiro dos Santos
Homem gasto – Luís Otávio Hott
O imponderável é uma faca afiada – Rafael Warner Nogueira
Oceanos – Chris Ritchie
O homem que odiava machado de assis - José Almeida Júnior
Águia nazi na cabeça - Marcos André Bassini Soares Gonçalves
Paulicéia antropofágica - Daniel Lellis Siqueira
Uma carta para yolanda - Camila Veiga
Anhanguera - Livro I - A Bandeira - Paulo Eterno Venâncio Assunção
A redenção do anjo caído - Fabio dos Santos Baptista
Apenas por um olhar- Ailton Santos
Bairro dos corvos elétricos - Carla Eloi Oliveira da Silva
Bem diante dos meus olhos - Eduardo Augusto Alves de Almeida
Do lado de cá dos meus olhos - Paulo Roberto Farias
Entre cinzas e livros - Fausto Luciano Panicacci
O boto cor de rosa - Antonio Augusto Gomes
Dentro de tudo, a noite - Marana Borges
Não me empurre para os perdidos - Maurício de Albuquerque Melo Júnior
Ser ou não ser - Jéssica Almeida Santana
Céus e terra - Franklin Roosevelt Silva Carvalho
Borderline - Guilherme Ibarra Dobes
Enquanto os dentes - Carlos Eduardo Pereira
Acordei e um de nós estava chorando - Alexandra Lopes da Cunha
Sete ou oito mulheres - Luciana Gontijo
Espírito do tempo – Tomas Pelosi Filho
Réu primário – Lucas Vinícius da Rosa
O Ramo de Tasso – Marco Antônio Adolfs