Sesc Triathlon
Notícia

Abertas as inscrições para o Sesc Triathlon Salvador

Estão abertas, até 29 de setembro, as inscrições para a quarta etapa do Circuito Nacional do Sesc Triathlon, que acontece no dia 30 de setembro, no Farol da Barra, em Salvador (BA). Os atletas poderão se inscrever através do site www.sescbahia.com.br/triathlon. Ligado ao evento, no dia anterior ao circuito, o Sesc Aquidabã promoverá um simpósio técnico, às 16h, na Avenida Presidente Marechal Castelo Branco, 336.

Considerado um dos melhores do país, o circuito tem uma procura grande no período de inscrição, principalmente por contar com premiação em dinheiro para os três primeiros colocados, sendo a da categoria elite uma das mais altas do Brasil.

A prova inclui duas competições. A primeira é na distância Short Triathlon (750m natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida), onde participam as categorias de faixas etárias, comerciário, mountain bike, pessoa portadora de deficiência e revezamento. Logo após, inicia a competição da elite e amadores na distância olímpica (1.500m, 40km e 10km). A largada acontece na praia do 2º Distrito Naval e as demais etapas seguem no trecho entre o Mercado Modelo e o Solar do Unhão, passando de bicicleta pela Avenida do Terminal da França até o Instituto do Cacau, e fechando com a corrida pela Avenida Contorno.

O circuito apresenta trechos planos, mas com algumas partes que precisam de um pouco mais de atenção para evitar acidentes.

Confira abaixo algumas dicas do treinador Fabio Ramos, conhecido como Cuba, para fazer uma boa prova

- Chegue com antecedência ao local para reconhecimento. Existem alguns trechos no ciclismo e perto da transição que podem trazer perigo aos desatentos.

- Os participantes largarão da praia do 2º Distrito Naval, local cercado por quebra-mares, o que transforma o mar em uma verdadeira piscina de águas limpas. O treinador considera o local excelente para o nado, com temperatura entre 22º e 26º, o que dispensa o uso de roupas emborrachadas.

- O percurso do ciclismo é todo plano, mas não é fácil, por contar com trechos técnicos, que corresponde a mais ou menos 1/3 do percurso, com um zigue-zague nas proximidades do Elevador Lacerda, tanto na ida quanto na volta.

- Na sequência, uma reta de aproximadamente 1 km de asfalto liso, na Avenida do Terminal França, aumenta a velocidade da prova. É necessário atenção redobrada aos tampões "boca de lobo". No ano passado os atletas Antônio Marcos, Jeferson Santos e Bonieck Clemente se acidentaram em função destes tampões na pista.

- Na volta para a área de transição, ao final da reta haverá outro zigue-zague e um local de embarque de passageiros para as lanchas, com pessoas circulando inclusive em meio aos ciclistas. Mais um motivo para redobrar a atenção com os pedestres que não respeitam a sinalização da prova, a fim de evitar acidente.

- Para a etapa da corrida é importante ter uma estratégia para enfrentar um trecho de 300 metros de subida, com inclinação próxima de 20°, controlando o desgaste para conseguir descer forte na sequência.

- Por fim, não se esqueça de aproveitar a bela paisagem de Salvador. E tenham todos uma boa prova!


LEIA TAMBÉM

Razões para começar no Triathlon

Márcia Willy é destaque amador no circuito Sesc Triathlon

Estratégia na natação