o sesc nos estados

















Odontologia

Oferecida em 236 clínicas físicas e móveis, a odontologia no Sesc reúne mais de dois mil profissionais da área para atendimento clínico e educativo em todos os estados brasileiros. Praticada para privilegiar uma abordagem integral do paciente, também articula prevenção e cura – valorizando a qualidade do atendimento oferecido.


O Sesc oferece serviços odontológicos em seus consultórios fixos, bem como nas  clínicas móveis do OdontoSesc.

Principais tratamentos nas clínicas odontológicas fixas do Sesc:


● Tratamento de cárie
● Extração
● Limpeza
● Aplicação de flúor
● Tratamento das gengivas
● Raspagem de tártaro e aplicação de flúor
● Extração e restauração de amálgama e resina
● Tratamento de canal, hemorragias e pequenas cirurgias bucais

● Promoção e reabilitação da saúde bucal



Desenvolvida desde o final da década 1940 a Atividade Assistência Odontológica tem por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sua clientela preferencial: comerciários de baixa renda e seus dependentes.


Os serviços são organizados atendendo a dois eixos, a Promoção de Saúde Bucal e a Educação em Saúde, que se caracterizam na ênfase nos determinantes sociais, sugeridos pela Saúde Bucal Coletiva, para a construção de um processo educativo participativo e transformador da realidade dos indivíduos no tocante aos seus estilos de vida e também do seu contexto socioeconômico. 


Atendendo aos critérios de justiça e igualdade subjacentes ao princípio da imparcialidade, a Assistência Odontológica adota estratégias de acessibilidade ligados aos aspectos de localização e taxas de serviços que favorecem o acesso da clientela preferencial do Sesc.


A oferta de atendimento tem como política estruturante a Atenção Primária a Saúde, que se traduz em cuidados básicos capazes de proporcionar melhores resultados à saúde bucal a um maior número de pessoas, que somados aos procedimentos especializados de baixa complexidade proporcionam melhoria da qualidade de vida da clientela.  


Estes cuidados valorizam as ações de promoção, prevenção e assistência individual e suas práticas se voltam para a promoção da saúde bucal e redução dos possíveis fatores de risco associados às doenças bucais mais prevalentes na clientela atendida e na organização no foco da manutenção da saúde e prevenção de agravos, dentro dos limites e possibilidades institucionais.