Acessibilidade
Acessibilidade: Aa Aa Aa

Falando de Lazer

Episódio 01 – Lazer e pandemia (disponível em 16/04/2022)

A pandemia de Covid-19 impôs o isolamento social e transformou nossos hábitos. De uma hora para outra tivemos que nos adaptar em diversos sentidos. Aprender novas formas de trabalho, estudo, consumo, socialização e o tão desejado lazer.

Maratonamos séries em plataformas de streaming, tutoriais e cursos online despertaram nossos talentos para culinária, trabalhos manuais, jardinagem, pintura, música… Aprendemos a aplaudir lives musicais e peças de teatro online. Multiplicaram-se os passeios virtuais a museus de todo o mundo e confraternizações por videoconferência passaram a ser eventos comuns.

A Covid-19 mudou de vez nossos hobbies e atividades de lazer? Ou tudo voltará a ser como antes?

 

Episódio 02 – “Espelho, espelho meu, existe alguém mais curtido do que eu?” – Lazer e Redes Sociais (disponível em 20/04/2022)

O lazer nas Redes Sociais tem atraído cada vez mais adeptos e tem despertado o interesse de estudiosos de diversas áreas, como a sociologia e a psicologia, por exemplo. Com um simples clique, o usuário tem acesso a jogos online, bate-papos virtuais, vídeos de humor, lives musicais, aulas de atividades físicas, interação nas mais diversas comunidades globais, dentre outras formas de entretenimento.

As Redes Sociais também se tornaram vitrines virtuais. Podem dar às pessoas aquilo que antigamente somente as celebridades tinham: ser vistas e admiradas. E se por um lado, promovem a conexão entre amigos e familiares e o reencontro com amigos do passado, por outro, perde-se o contato físico, as atividades ao ar livre, a conexão olho no olho, entre corações. Além disso, existe o risco da dependência digital, já considerada um transtorno mental pela Organização Mundial de Saúde. Fica a questão: até que ponto é válido o lazer nas Redes Sociais?

Episódio 03 – Lazer nas perspectivas do transparente e do translúcido (disponível em 27/04/2022)

Em uma sociedade tão assolada pelo stress, o acesso a momentos de lazer tornou-se tão essencial e desejável quanto serviços básicos. E o direito ao lazer está na nossa Constituição – artigo 6º, caput, artigo 7º, IV, artigo 217, § 3º, e artigo 227. Mas, na prática, todos têm acesso ao lazer?

Neste episódio vamos debater o tempo/espaço do lazer no século XXI. É transparente, permitindo a liberdade de expressão, de escolhas, de crítica à ordem política e social? Ou é translúcido, uma válvula de escape, acessível a poucos e sequer percebido como direito social?

Utilizamos cookies em nosso site para trazer uma melhor experiência aos visitantes. Para mais detalhes, leia nosso Termo de Privacidade e Dados Pessoais.

Font Resize
Contraste