3 de agosto de 2022

Lives acontecem no canal do Youtube da Instituição

Uma das formas de alcançar os objetivos relacionados à aprendizagem dos estudantes e à promoção de uma educação qualitativa e equitativa é melhorar a qualidade do ensino, identificando a formação do professor como elemento-chave do aperfeiçoamento dos sistemas educacionais. Mais ainda, considerando a velocidade das transformações digitais da contemporaneidade, é urgente investir no desenvolvimento das competências digitais de todos, sobretudo dos educadores.

Pensando nisso, o Sesc realizará o projeto Incubadora de Cultura Tecnológica na Educação, visando aprimorar habilidades e competências digitais nos professores da educação básica do Sesc para desenvolvimento dos processos de ensino-aprendizagem por meio do letramento digital; do incentivo do uso de tecnologias digitais inovadoras no processo de ensino e aprendizagem e do acompanhamento da implementação das tecnologias e metodologias apreendidas no percurso do programa.

O projeto prevê a realização de palestras e o compartilhamento de conteúdo que sensibilizem os educadores, para que estes possam ampliar seus conhecimentos sobre o uso das tecnologias na educação, favorecendo a implementação de projetos dessa natureza com seus estudantes. Estão previstas reuniões de mentoria que auxiliem os participantes a implementarem seus projetos. Ao final, os conteúdos das palestras, bem como a descrição dos projetos realizados nas escolas, serão compilados e publicados na revista Painel Rede.S.

Confira abaixo a programação das lives:

Cultura Digital na Educação
Palestrante: Mariana Ochs
10 de agosto de 2022
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Mariana Ochs é designer, jornalista e especialista em tecnologias na educação. Após trabalhar como diretora de arte em grandes editoras nos EUA, fundou o estúdio de design editorial modesign e o MídiaMakers – projeto de educação criativa com foco na capacitação de professores. É coordenadora do EducaMídia, o programa de educação midiática do Instituto Palavra Aberta, e também Google Innovator e Trainer, atuando na formação de educadores e na aproximação entre a escola e a cultura digital. É co-autora do Guia da Educação Midiática, publicado em 2020. Em todas as frentes, busca explorar o papel da criatividade na educação e o uso ético e fortalecedor das mídias como forma de inclusão social e fortalecimento da democracia.

Pensamento Computacional e Tecnologias Digitais

Palestrante: André Raabe

17 de agosto de 2022
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Mini currículo da palestrante:
Doutor em Informática na Educação, pela UFRGS (2005), tendo realizado pós-doutoramento na universidade de Stanford (2016). É Bolsista de produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT2). É mestre em Ciência da Computação pela PUCRS (2000) e graduado em Informática pela PUCRS (1996). É professor e pesquisador da UNIVALI (Universidade do Vale do Itajaí) onde Coordena o Programa de Pós-Graduação em Computação e atua no Mestrado e Doutorado em Educação. Coordena o Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) e o Grupo de Informática na Educação da Univali. É membro da Comissão de Educação da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Coordenou em 2017 uma comissão para elaboração de proposta da SBC para Computação na Educação Básica. É editor da revista International Journal on Computational Thinking. É membro do Comitê Gestor da Rede de Inovação na Educação Brasileira. Desenvolve pesquisas sobre Educação em Computação, Pensamento Computacional, Movimento Maker, Software Educacional e Ambientes de Aprendizagem Inteligentes.

 

Educação Maker e Robótica ao alcance de todos
Palestrante: Débora Garofalo
24 de agosto de 2022
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Mini currículo da palestrante:Débora Garofalo, formada em Letras e Pedagogia, com especialização em Língua Portuguesa pela Unicamp, Mestra em Educação pela PUC-SP e FabLearn Fellow, Columbia, EUA. Professora há 17 anos da rede pública de SP, idealizadora do trabalho de Robótica com Sucata que se tornou uma política pública. Atualmente é Coordenadora do Centro de Inovação da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo. Colunista da Rede Inovadora na Editora Moderna, colunista na Revista Educação e colunista na revista Mecatrônica. Autora do livro Almanaque de Robótica com Sucata pela Editora Moderna. Integrante da comissão de Direitos Humanos da Cidade de São Paulo e Palestrante em grandes eventos Nacionais. Pelo trabalho realizado na Educação Pública, recebeu diversos prêmios importantes, entre eles: Professores do Brasil 2018, Desafio de Aprendizagem Criativa do MIT 2019, Medalha de Pacificadores da ONU 2019, Medalha MMDC Núcleo Caetano de Campos 2022 e considerada uma 10 melhores Professoras do Mundo pelo Global Teacher Prize 2019, Nobel da Educação.
26 de julho de 2022

O curso promove ações de gestão responsável dos resíduos

O EAD do Sesc Digital, plataforma do Sesc em São Paulo, lançou no mês de junho o curso Consumo, Resíduos e Sustentabilidade que promove ações para melhor gestão dos resíduos sólidos gerados pelas pessoas em seu cotidiano.

O curso é gratuito e organizado em seis videoaulas, com exemplos de iniciativas que inspiram ações para gestão adequada dos resíduos. Além das aulas, é disponibilizado material complementar e minidocumentários que mostram os conceitos aplicados em situações reais de diferentes segmentos como reaproveitamento e reciclagem com ações educativas de sustentabilidade.

O curso foi elaborado pelas educadoras da Fubá Educação Ambiental, startup socioambiental especializada em educação inclusiva, e é apresentado pela atriz Thainá Duarte, que tem passagens pelo cinema e tv, além de ser embaixadora da Plan International, organização não governamental que defende os direitos das crianças, adolescentes e jovens, com foco na promoção de igualdade de gênero. Faça esses e outros cursos gratuitamente em ead.sesc.digital.

11 de julho de 2022

Brincadeiras interativas e aulas diferenciadas fazem parte da rotina dos alunos da Educação infantil

Voltada para estudantes de 0 a 5 anos, a Educação Infantil é uma das frentes de atuação do Sesc na área de Educação e está presente em praticamente todos os estados. Nas escolas, as crianças encontram um espaço seguro, onde são incentivadas a explorar, investigar, argumentar, interagir e aprender no seu próprio tempo e ritmo.

A educação pode até começar na sala de aula, mas vai muito além dela. Por isso, no Sesc, os alunos são apresentados a diferentes formas de conhecimento por meio de brincadeiras interativas e de programas diferenciados. Como parte da programação escolar, são desenvolvidas diversas atividades em outros espaços, como pátios, quadras, laboratórios e passeios de campo.

Esse formato de aprendizado gera estímulos variados nos estudantes e contribui para um aprendizado ainda mais rico e completo. Aulas que fogem do modelo mais tradicional abrem caminhos para novas possibilidades de interação, relação e autonomia dos integrantes da turma. Além disso, o conhecimento gerado por meio da prática traz muitos benefícios, desenvolvendo a participação, a criatividade, a curiosidade científica, o pensamento crítico e o interesse dos pequenos.

A seguir, selecionamos exemplos de atividades realizadas em escolas do Sesc de alguns estados do país:

No Sesquinho da unidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, os alunos exploraram a produção gráfica. Primeiro são riscos simples que se transformam em diferentes formas e evoluem para desenhos. O prazer da descoberta pelo novo, pelo diferente e pelo aprendizado estimulam os pequenos ao longo de todo o processo.

A unidade de Palmas, no Tocantins, montou o espaço “Construtora”. No ambiente, as crianças exploraram a criatividade e aprenderam sobre as construções planas e verticais, os meios de transportes e os EPI’s (Equipamentos de proteção individual) que são usados nos canteiros de obras pelos profissionais da área. Tudo com muita diversão.

No Rio Grande do Norte, os alunos das escolas de Macaíba, Mossoró e Natal participaram de uma série de atividades do quadro “Cultura da paz”, que conscientiza as crianças sobre a importância do cultivo de um ambiente de paz no dia a dia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sesc RN (@sescrn)

A turminha do Sesc Faiçalville, em Goiás, se deparou com uma planta crescendo no corredor externo da sala de aula e começou a ficar curiosa sobre o que era aquilo e como surgiu. Eles começaram o processo de investigação e descobriram que se tratava de um pé de milho. A partir disso, a própria escola convidou os alunos a plantarem novas sementes.

13 de junho de 2022

Curso do Sesc SP conta com 6 aulas gratuitas em formato EAD. 

O curso “Abordagem Triangular e o Ensino de Arte na Educação Infantil” disponível gratuitamente no canal Sesc Digital EAD do Sesc São Paulo, reflete o conceito de abordagem triangular que coloca a arte na educação infantil como um direito essencial para as crianças.

O curso gratuito é ministrado pelo pesquisadores e arte-educadores Ana Mae Barbosa, Sidiney Peterson Lima, Analice Dutra Pillar, Valéria Peixoto de Alencar, Rita Noguera e Moacir Simplício e está disponível na plataforma ead.sesc.digital.

7 de junho de 2022

Artigo de José Carlos Cirilo – diretor-geral do Departamento Nacional do Sesc

O Brasil convive com o triste número de 12 milhões de jovens até 29 anos que não estudam nem trabalham. Grande parte desse contingente abandonou as salas de aula antes mesmo de iniciar o Ensino Médio. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Contínua – revela um quadro de mais de 407 mil jovens de 15 a 17 anos fora da escola nesse segmento, no segundo trimestre de 2021.

Já na mesma PNAD feita em 2019, antes do período de pandemia, já eram apontados significativos percentuais de evasão escolar, principalmente de jovens a partir de 16 anos de idade. A necessidade de trabalhar foi apontada como o principal fator de abandono: quatro em cada dez jovens trocaram as salas de aula por um trabalho, muitas vezes, informal.

Este cenário representa a perda de um enorme potencial para o país. Cada vez mais as empresas sentem necessidade de uma mão de obra qualificada, que garanta a competitividade no mercado global. Por exemplo, setores como o da tecnologia da informação são um dos que mais sofre com a carência de profissionais, uma demanda que pode chegar a 797 mil até 2025, conforme pesquisa da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom).

Investir em educação é fundamental para o crescimento da economia e para a diminuição da desigualdade. Mas não se trata de uma equação simples. É preciso um esforço cada vez maior para entender as necessidades desses jovens, pois, para eles, não basta a vontade de estudar. É preciso encurtar a distância entre esses potenciais estudantes e a sala de aula – e o ensino a distância é uma ferramenta valiosa nesse processo.

Com este propósito, foi criado o Sesc EAD EJA – Educação a Distância para Jovens e Adultos. Em parceria com o Senac, a proposta é oferecer Ensino Médio aliado à qualificação profissional para esse público, em um período de um ano e meio. Iniciado em março deste ano, o projeto foi ofertado a jovens em 13 estados das regiões Norte, Nordeste e Sul e as inscrições chegaram a 5,7 mil, o dobro das vagas disponíveis. Um indício sobre o anseio por oportunidades de um futuro mais promissor.

O curso atende às orientações do Novo Ensino Médio, proposta do Ministério da Educação que considera as novas complexidades do mundo do trabalho. No próximo semestre, o Sesc EAD EJA inicia sua segunda turma e a expectativa é de uma procura ainda superior a inicial, o que comprova a necessidade de novos caminhos para a educação. Caminhos que o Sesc coloca ao alcance de pessoas de diversas regiões para atender às tantas vocações que existem neste país.

Artigo publicado originalmente no Jornal A Tarde (Bahia) em 04/06/2022.

 

6 de junho de 2022

Jovens e adultos terão formação gratuita de Ensino Médio a distância com qualificação profissional

Quem quer concluir o Ensino Médio e obter qualificação profissional em produção cultural gratuitamente poderá se inscrever, a partir do dia 6 de junho, para concorrer a uma vaga no Sesc EAD EJA (Educação a Distância para Jovens e Adultos). Essa é a segunda turma que a instituição abre neste ano, como forma de incentivar a retomada dos estudos para o público a partir de 18 anos que não concluiu o Ensino Médio e ainda fomentar o acesso ao mercado de trabalho. As inscrições podem ser feitas no site do Sesc até o dia 4 de julho. O curso está disponível nas regiões Norte, Nordeste e Sul.

O projeto é realizado em parceria com o Senac, responsável pela plataforma de realização do curso. O Sesc EAD EJA tem duração de três semestres, com carga horária de 1.200 horas, sendo 80% das aulas em formato virtual e 20% presencial. Os estudantes também têm acesso a atividades presenciais e on-line de cultura, esporte e lazer oferecidas pelo Sesc nos estados participantes: Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

“Iniciamos o projeto em março e tivemos um retorno de mais de 5.700 inscrições, o que demonstra um expressivo quantitativo de pessoas que buscam uma oportunidade para retomar os estudos. O ensino a distância, aliado à qualificação profissional, vem ao encontro da necessidade deste público por sua flexibilidade e impulso ao mercado de trabalho”, explica Cynthia Rodrigues, Gerente de Educação do Departamento Nacional do Sesc.

O curso atende às orientações do Novo Ensino Médio, que contempla a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com itinerários formativos focando nas áreas de conhecimento e na formação profissional. A construção dos conteúdos foi baseada em experimentações e maior interação dos participantes. “Optamos por um nível de alta ludicidade, com o uso de estratégias e de recursos mais elaborados – tanto pedagogicamente quanto em termos de produção multimídia”, esclarece Cynthia. Nesse contexto, podem ser empregados a simulação de práticas, mecanismos de jogos, dramatizações e outras estratégias compatíveis com os objetivos do curso.

Oferecido a pessoas com mais de 18 anos, que tenham finalizado o Ensino Fundamental, o Sesc EAD EJA registrou em sua primeira turma um maior número de alunos na faixa etária entre 21 e 30 anos. Mas comprovando que não existe idade para a busca de conhecimento, o polo Sesc Viamão, no Rio Grande do Sul, tem entre os estudantes Noemi Mattos, de 71 anos. “Agradeço pela oportunidade porque é gratificante ter uma nova perspectiva nesta fase da vida. Me sinto muito acolhida pelas professoras, que dão todo o apoio que preciso para aprender e finalizar a formação. Voltei a estudar depois de muitos anos para poder ajudar as pessoas. Após a conclusão do ensino médio, pretendo me profissionalizar e utilizar a futura profissão para fazer o bem ao próximo e de forma gratuita”, conta Noemi.

Para essa segunda turma, serão oferecidas mais de 1.600 vagas. Ao final do curso, os alunos receberão certificado de conclusão do Ensino Médio com qualificação profissional.

 

Inscrições: De 6/6 a 4/7

Início das aulas: 15/8

Informações e formulário de para pré-inscrições em www.sesc.com.br/ead

18 de maio de 2022
A pandemia do coronavírus, que atingiu o país em março de 2020, demandou iniciativas urgentes relacionadas ao apoio e à orientação das medidas sanitárias e educativas nas escolas do Sesc. Assim, neste período, foram lançados os conteúdos da série “Enfrentando a Pandemia Juntos”, também direcionados ao público em geral, disponibilizado nos canais oficiais de comunicação do Sesc. Em formato de e-books, as publicações tratam dos seguintes temas:
1. O que fazer com as crianças durante a quarentena?
2. Guia de Atividades Educador
3. O que fazer com as crianças durante o isolamento social?
4. Educação e Tecnologias Digitais
5. Jovens em tempos de pandemia



12 de abril de 2022

Estudantes ganharam 75 medalhas em 2021

Em 2021, 75 alunos da Escola Educar Sesc no Ceará conquistaram medalhas de ouro, prata e bronze em quatro olimpíadas escolares. Desse número, 56 medalhistas são da unidade de Fortaleza e 19 da unidade de Juazeiro do Norte.

Entre os participantes que mais se destacaram, a aluna Maria Clara Messias de Menezes, que concluiu o 9º ano , ganhou medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) e uma medalha de bronze na Canguru de Matemática.

Além de todo o esforço e estudo por parte dos estudantes, eles também receberam o apoio, suporte e encorajamento da escola e dos professores ao longo dessa jornada. O trabalho do #Sesc na Educação busca o desenvolvimento integral e o protagonismo dos estudantes em uma jornada de aprendizagem significativa nas diferentes áreas do conhecimento.

25 de março de 2022

Uma proposta curricular é apenas um ponto de partida. O início de uma longa jornada construída por professores, estudantes e outros sujeitos que compartilham responsabilidades no seu desenvolvimento. Assim, é no decorrer dessa jornada que a proposta curricular ganha vida, diante das escolhas operadas pelos que a realizam, nas condições reais que encontram para o seu desenvolvimento.

17 de fevereiro de 2022

Todas as unidades de ensino seguem protocolos de segurança contra covid-19

Neste mês de fevereiro, escolas do Sesc em várias regiões do país deram início ao ano letivo. Para receber os alunos com segurança nessa volta às aulas, foi elaborado um amplo protocolo prevendo a adaptação das rotinas educacionais, processos de avaliação e revisão dos espaços dentro das unidades escolares, de forma a garantir a tranquilidade de pais, alunos e funcionários na retomada presencial. A Instituição atua em todos os segmentos da Educação Básica, com oferta de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos. São 210 escolas localizadas em todas as regiões do país, atendendo aproximadamente 67 mil estudantes.

Em 2022, ampliou sua atuação com o Sesc EJA EAD que oferecerá, gratuitamente em diversos estados do país, Ensino Médio a distância para jovens e adultos com qualificação profissional em produção cultural. Além disso, desenvolve projetos de Educação Complementar, como Criar Sesc, Sesc Ciências, cursos de idiomas e pré-vestibulares, beneficiando mais de 56 mil estudantes. As ações de educação são diversificadas e realizadas em parceria com as propostas de cultura, lazer, saúde e assistência, como forma de propiciar uma educação integral.