20 de maio de 2022

Atividades acontecem em diversos estados do país de 21 a 29 de maio

Neste ano, a Semana do Brincar teve como tema “Confiar na Força do Brincar” e a proposta foi promover a reflexão sobre acreditar no brincar como um ato transformador. Uma variada programação foi oferecida ao público nas unidades do Sesc em todas as regiões do país. Promovida pela Aliança pela Infância, a Semana coloca em pauta a importância do brincar como fundamento e expressão genuína de crianças.

O período representa uma oportunidade de dialogar com a sociedade sobre a relevância do direito ao brincar das crianças, dando luz ao encantamento dos adultos pelas infâncias, inspirando e oferecendo experiências que mobilizem essa atenção amorosa com os atos cotidiano da criança, como aprender, comer, dormir e o próprio brincar.

Para o Sesc é um momento que tornam visíveis o compromisso e a intencionalidade que estão por trás dos serviços que são ofertados à sua clientela em todo o território nacional. Confira no Sesc em seu estado como será a programação da semana.

 

6 de maio de 2022

Evento este ano tem como tema ocupar espaços e reunir pessoas

Dados da UNESCO apontam que, durante a pandemia, houve um declínio de 41% na atividade física no mundo e que, mesmo antes, 80% dos jovens já viviam de maneira sedentária. Estes preocupantes números reforçam ainda mais a relevância da 28ª edição do Dia do Desafio – evento anual realizado na última quarta-feira do mês de maio, que tem como objetivo o incentivo à prática de atividade física regular pela população. Este ano, o Dia do Desafio acontece em 25 de maio e o Sesc oferecerá diversas atividades em suas unidades por todo o país.

Nesta edição, o evento traz como tema “Ocupar espaços e reunir pessoas”. A ideia é promover a conexão das pessoas e incentivar a ocupação de áreas públicas e comunitárias para a prática de atividades físicas. Na próxima quarta-feira, 11 de maio, será realizado um webinar com um debate sobre o tema, transmitido simultaneamente no canal do Sesc São Paulo no YouTube e na página do Dia do Desafio no Facebook, a partir das 15h30, com tradução simultânea para inglês e espanhol. Participam do encontro o coordenador de Ciências Humanas e Sociais da UNESCO no Brasil, Fábio Eon; o coordenador do Dia do Desafio no Sesc Campinas, Vinicius Carneiro; além de Mónica Durán e Jesús Acero Mora, representantes do Instituto Distrital de Recreación y Deporte (IDRD) de Bogotá-Colômbia.

Fábio Eon apresentará o projeto Fit For Life, criado pela UNESCO, fundamentado em práticas esportivas que aceleram a recuperação da COVID-19 e a elaboração de políticas inclusivas e integrativas com o propósito de melhorar o bem-estar de jovens. Vinicius Carneiro compartilhará o Guia de Exercícios ao Ar Livre, ação do Sesc que disponibiliza à população vídeos com instruções para a realização de exercícios nos aparelhos colocados por prefeituras em praças e parques públicos. Os vídeos são acessados por QR Codes colocados nos equipamentos com orientação para prática dadas por educadores do Sesc. Mónica Durán e Jesús Acero Mora apresentarão o Programa de Ciclovia de Bogotá, como ferramenta de inclusão ao esporte e ao lazer.

O Dia do Desafio foi criado nos anos 1980 no Canadá, com a proposta de despertar o interesse das pessoas para a prática de esportes e atividades físicas de forma regular. O Sesc coordena o evento no Brasil desde 1995 e no continente americano desde 2000. O evento é uma iniciativa da TAFISA – The Association For International Sport for All, com o apoio da ISCA (International Sport and Culture Association) e da UNESCO, sendo realizado pelas prefeituras municipais em parceria com secretarias estaduais, ONGs, escolas, empresas, universidades, academias e outras instituições.

 

3 de maio de 2022
12 de abril de 2022

Episódio 01 – Lazer e pandemia (disponível em 16/04/2022)

A pandemia de Covid-19 impôs o isolamento social e transformou nossos hábitos. De uma hora para outra tivemos que nos adaptar em diversos sentidos. Aprender novas formas de trabalho, estudo, consumo, socialização e o tão desejado lazer.

Maratonamos séries em plataformas de streaming, tutoriais e cursos online despertaram nossos talentos para culinária, trabalhos manuais, jardinagem, pintura, música… Aprendemos a aplaudir lives musicais e peças de teatro online. Multiplicaram-se os passeios virtuais a museus de todo o mundo e confraternizações por videoconferência passaram a ser eventos comuns.

A Covid-19 mudou de vez nossos hobbies e atividades de lazer? Ou tudo voltará a ser como antes?

 

Episódio 02 – “Espelho, espelho meu, existe alguém mais curtido do que eu?” – Lazer e Redes Sociais (disponível em 20/04/2022)

O lazer nas Redes Sociais tem atraído cada vez mais adeptos e tem despertado o interesse de estudiosos de diversas áreas, como a sociologia e a psicologia, por exemplo. Com um simples clique, o usuário tem acesso a jogos online, bate-papos virtuais, vídeos de humor, lives musicais, aulas de atividades físicas, interação nas mais diversas comunidades globais, dentre outras formas de entretenimento.

As Redes Sociais também se tornaram vitrines virtuais. Podem dar às pessoas aquilo que antigamente somente as celebridades tinham: ser vistas e admiradas. E se por um lado, promovem a conexão entre amigos e familiares e o reencontro com amigos do passado, por outro, perde-se o contato físico, as atividades ao ar livre, a conexão olho no olho, entre corações. Além disso, existe o risco da dependência digital, já considerada um transtorno mental pela Organização Mundial de Saúde. Fica a questão: até que ponto é válido o lazer nas Redes Sociais?

Episódio 03 – Lazer nas perspectivas do transparente e do translúcido (disponível em 27/04/2022)

Em uma sociedade tão assolada pelo stress, o acesso a momentos de lazer tornou-se tão essencial e desejável quanto serviços básicos. E o direito ao lazer está na nossa Constituição – artigo 6º, caput, artigo 7º, IV, artigo 217, § 3º, e artigo 227. Mas, na prática, todos têm acesso ao lazer?

Neste episódio vamos debater o tempo/espaço do lazer no século XXI. É transparente, permitindo a liberdade de expressão, de escolhas, de crítica à ordem política e social? Ou é translúcido, uma válvula de escape, acessível a poucos e sequer percebido como direito social?

6 de abril de 2022

Webinar e documentários online farão parte da programação deste ano

O Sesc participa da 2º edição do Dia Mundial do Lazer, evento de iniciativa global da Organização Mundial do Lazer (WLO) com ações em diversos estados do país. Nesta edição, a data tem como tema “Lazer Importa”, que busca discutir como essa atividade se constitui parte essencial na promoção da saúde, bem-estar e ferramenta de desenvolvimento para indivíduos e comunidades.

Live e web documentários são destaques da programação do Sesc

Dentro da programação, no dia 11 de abril, às 17h (horário de Brasília), o Sesc realiza a primeira de uma série de webinares “Lazer sério na Prática” no canal do Youtube. Nesta primeira live, será debatido como a teoria do lazer sério subsidiou a realização de mais de 800 atividades com 100.000 participantes no projeto “Sesc Verão”, do Sesc em São Paulo, em 2022. Serão abordados temas como a organização e as características únicas, que permitem que o projeto seja oferecido gratuitamente ou com custos mínimos.

Além disso, durante as próximas semanas, serão lançados três episódios da websérie “Falando de Lazer”, com depoimentos de especialistas da área abordando a relação do Lazer com fatores que influenciam sua prática. Será abordado também o impacto da pandemia de Covid-19, das Redes Sociais e da real efetivação do Lazer enquanto direito básico, garantido constitucionalmente. O primeiro episódio vai ao no dia 16/4 no canal Sesc Brasil no Youtube.

Sesc é pioneiro no Dia Mundial do Lazer

O Dia Mundial do Lazer tem o objetivo de fomentar debates, discussões e reflexões sobre o lazer como direito social e sua importância na vida cotidiana, bem como expandir e promover o lazer globalmente, reconhecendo que as barreiras ainda existem para muitos em todo o mundo.

O primeiro Dia Mundial do Lazer aconteceu em 2021 e foi coordenado pelo WLCE/USP (Centro Mundial de Excelência em Lazer/Universidade de São Paulo), LAGEL (Laboratório de Gestão de Experiências de Lazer) e pelo Sesc em São Paulo. Os participantes foram estimulados a criar diferentes iniciativas que valorizavam a cultura local por meio de atividades que possibilitaram a troca de experiências e reflexões sobre as barreiras socioeconômicas, culturais e físicas para o lazer no contexto atual e futuro. Foram promovidas centenas de atividades temáticas de lazer realizadas em todo o mundo, entre elas aulas, debates, lançamentos de livros, oficinas, congressos, seminários etc.

Em 2022, a coordenação mundial é realizada pela Universidade da Ilha de Vancouver com a colaboração da Universidade do Québec à Três-Rivieras, ambos Centros de Excelência da WLO.

Há 27 anos o Sesc Verão é realizado durante os meses do verão brasileiro. Neste webinar, vamos discutir como a teoria do lazer sério subsidiou a realização de mais de 800 atividades com 100.000 participantes no seu programa de 2022. Conversaremos sobre como este evento é organizado e como suas características únicas permitem que o projeto seja oferecido gratuitamente ou com custos mínimos. Ao acompanhar nosso bate-papo, você aprenderá sobre o desafio da execução e avaliação deste bem sucedido trabalho do Sesc.

O webinário será transmitido também em inglês e espanhol. Confira abaixo.

“Sesc Verão e 27 anos de estímulo ao Lazer Ativo no estado de SP”
Apresentação de Leonardo Cálix – Assistente da Gerência de Desenvolvimento Físico e Esportivo no Sesc São Paulo

Moderadores:
Dr. John Tower – Pesquisador Honorário de Recreação e Gestão Esportiva, na Victoria University, Melbourne Austrália
Jo An Zimmermann – Professora Associado e Especialista Acadêmico em Estudos de Recreação pela Texas State University
Antonio Carlos Bramante – Professor e pesquisador de Gestão do Lazer, Membro do Quadro de Diretores da Organização Mundial do Lazer
Patrícia Carmo – Analista de Lazer do Departamento Nacional do Sesc

 

 

30 de março de 2022

Saiba como se hospedar nos hotéis e pousadas do Sesc pelo Brasil. Veja como funciona.

Viajar é criar ótimas memórias. E quando esse é o assunto, o Sesc é especialista. Com mais de 40 unidades hoteleiras espalhadas pelo país e a oferta de mais de 2000 passeios e excursões*, a Instituição é uma ótima opção para você realizar uma experiência de viagem inesquecível. Tudo isso só é possível graças a uma de nossas principais áreas de atuação: o Turismo Social.

Como funciona o Turismo Social no Sesc?

O Sesc é conhecido por realizar iniciativas que estimulam a solidariedade e valorizam a dignidade humana. Com uma forte ação educativa nas suas ações, busca a inclusão social, de forma a contribuir positivamente para a experiência das pessoas e também gerar benefícios às populações locais, pois foca na valorização de lugares regionais e culturais do país.

Pioneiro e protagonista em Turismo Social no país, o Sesc oferece passeios e excursões a preços acessíveis, o que amplia as possibilidades de lazer do público e estimula o desenvolvimento econômico de várias localidades.

Do turismo ecológico ao  cultural, da paisagem rural à praia, há muitas opções a serem exploradas, e todas elas apresentam aspectos de tradições e cultura únicos. Dessa forma, busca desenvolver diferentes pontos de vista de cada destino visitado. Assim,  não se restringe as atrações de pontos turísticos convencionais, mas amplia as experiências e imersões nos locais de destino.

Hotel Sesc Porto Cercado, localizado em Poconé (MT), no coração do Pantanal mato-grossense.

Passeios, excursões ou hospedagem pelo Sesc. Qual melhor pra mim?

Em todas as suas programações turísticas, os roteiros propostos são inovadores e promovem diferentes visões dos destinos, evidenciando a cultura, o meio ambiente e a história de cada local. Os viajantes vivenciam a troca de experiências com a população, conhecem tradições e manifestações regionais, aprendem, e proporcionam aos destinos visitados a integração da comunidade e o desenvolvimento solidário e sustentável.

Hotel do Sesc em Bertioga localizado no litoral de São Paulo.

Os passeios oferecidos  levam os viajantes a conhecerem lugares mais próximos. São roteiros locais, sem pernoite, mas com atrações turísticas diversas (culturais, ambientais, recreativas, sociais e educacionais). Já as excursões são indicadas para quem quer conhecer as belezas do nosso país.  Nelas, os turistas ficam hospedados em nossas redes de hotéis e pousadas ou em outros meios de hospedagem. Para saber os detalhes sobre os pacotes disponíveis de excursões e passeio, basta consultar uma unidade do Sesc mais perto de casa. 

 Viajar pelo Sesc não é difícil. Veja fazer uma reserva em um de nossos hotéis ou pousadas 

Com mais de 40 hotéis em todo o país, localizados em meio a serras, praias e natureza, os clientes do Sesc tem opções para todos os gostos e estilos. O primeiro passo para sua viagem conosco é escolher seu destino. Em nosso site, busque a unidade desejada. Você pode procurar por estado, cidade e até mesmo pela estrutura oferecida pela unidade. Após definir seu local de destino, é hora de efetuar a reserva. O portal do Sesc redireciona você para o ambiente de reserva da unidade e pronto! Basta seguir as orientações para confirmar sua hospedagem.

Seja em nossos passeios, viagens, hotéis ou pousadas, desejamos a você uma ótima viagem!

 

*Fonte: Relatório Geral do Sesc de 2020.

 

16 de dezembro de 2021

Em seus 75 existência, o Sesc, o mundo e particularmente o Brasil passou por muitas transformações de caráter social, econômico, político e principalmente ambiental. A Instituição que tem como a missão a promoção do bem-estar social e qualidade de vida de seus clientes, não apenas testemunhou essas mudanças, como desenvolveu programas e ações que vem contribuindo para um ambiente social mais democrático, justo e equilibrado.

Nesse sentido, nossa instituição foi ao encontro de diretrizes de conservação de áreas naturais, além de desenvolver programas de sustentabilidade, diminuição dos impactos ambientais, entre outros. O Sesc esteve atento ao campo científico que alertava para os efeitos da industrialização acelerada, para a utilização indiscriminada dos recursos naturais, para a falta de manejo sustentável dos resíduos, dentre outras situações que produziam desequilíbrio na natureza, gerando prejuízos a fauna, flora, rios, oceanos, atmosfera, além do próprio homem, particularmente as populações mais vulneráveis em todo o mundo.

Conheça um pouco do tamanho dessa iniciativa e confira quais são nossas Áreas Naturais Protegidas
 
A RPPN Reserva Ecológica Sesc Iparana está localizada na bacia hidrográfica metropolitana de Fortaleza, distante 5Km do município de Fortaleza. A bacia ocupa uma área de 15.085km² e a região abriga o mais importante centro consumidor de água do Ceará, onde está localizada a maior densidade demográfica do estado.

 

Situa-se nas planícies arenosas formadas por cordões arenosos litorâneos que foram sendo depositados pelo mar ao longo da linha de costa, sendo posteriormente recobertos por sedimentos trazidos por águas e ventos do continente. Sobre esses cordões e planícies pantanosas desenvolveram-se um mosaico de vegetações de restingas e manguezais.

 

A RPPN Sesc Tepequém situa-se no município de Amaraji em uma região dos relevos serranos de Tepequém, no estado de Roraima. Esta região, no final da década de 1930, atraiu um grande contingente e pessoas para a atividade garimpeira diamantífera. Na atualidade as características fisiográficas das feições geológicas e geomorfológicas atraem turistas por sua beleza cênica-paisagística. Essa região possui uma riqueza ambiental única e vem se direcionando para o turismo social e o geoturístico.

 

A Reserva do Patrimônio Natural Sesc Pantanal é a maior unidade de conservação privada do país e situa-se no município de Barão de Melgaço (MT). O regime de cheias e vazantes dos rios Cuiabá (ao Norte e a Oeste) e São Lourenço (a Leste) condiciona a formação de diversos tipos de habitats protegidos há décadas pelo Sesc.
26 de novembro de 2021

A renda obtida será revertida para o programa Mesa Brasil Sesc. Inscrições foram prorrogadas até 2 de dezembro.

O Circuito Sesc de Corridas e o Mesa Brasil Sesc estão juntos novamente para uma ação de solidariedade. Entre os dias 4 e 12 de dezembro será realizada uma nova etapa virtual do circuito, com valor dos ingressos revertido para a compra de cestas básicas, que serão destinadas a famílias em situação de vulnerabilidade. As inscrições começam dia 16 de novembro e podem ser feitas pelo site www.sesc.com.br/circuitodecorridas.

Interessados em participar da prova poderão se inscrever até o dia 02 de dezembro, mediante doação no valor de R$ 20, que dá direito a camisa e medalha da etapa virtual do Circuito Sesc de Corridas. A prova será realizada em data, local e horário escolhidos pelo participante, dentro do período de 4 a 12 de dezembro. Os corredores poderão cumprir o percurso de 5km em ambiente externo ou em esteira ergométrica.

Para não deixar os atletas sem aquele momento tradicional de entrega da medalha no final da prova, será disponibilizado um filtro no Instagram Sesc Brasil, onde o corredor poderá aplicar a imagem da premiação na sua foto. Depois, basta compartilhar o resultado com os amigos nas redes sociais, marcando com #circuitosescdecorridas. A camisa e a medalha serão entregues em janeiro, nas unidades indicadas pelos participantes em cada estado. Participam do evento os estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

19 de outubro de 2021

Unidades na capital e Região Serrana passarão a receber animais de estimação

Viagem marcada, malas prontas, mas como fica seu animalzinho de estimação? Afinal, eles são parte da família e merecem compartilhar os momentos de lazer. Pensando nisso, o Sesc no Rio de Janeiro adaptou três unidades de hospedagem, que passaram a contar com o selo Pet Friendly: o Sesc Copacabana, no Rio de Janeiro, Alpina, em Teresópolis, e Nova Friburgo. Além de um conforto a mais para os hóspedes, a medida tem como propósito auxiliar a retomada do setor hoteleiro e incentivar o mercado para produtos pet.

Para obtenção do selo, o Sesc promoveu treinamentos para os funcionários, criou uma política de hospedagem pet friendly e fez adaptações em suas instalações, com implantação de piso frio, que permite melhor higienização e conforto ao pet. Neste primeiro momento, os hotéis receberão apenas cães de pequeno porte (até 10 quilos), mas posteriormente serão atendidos donos de gatos. As unidades de hospedagem disponibilizarão tapetes higiênicos, saquinhos coletores, limpeza e higienização diárias das acomodações e lixeiras específicas para dejetos dispostas no apartamento e nas áreas externas.

Segundo o IBGE, o Brasil tem a segunda população de pets do mundo, com 22,1 milhões de felinos e 52,2 milhões de cães. Uma pesquisa feita pela plataforma TripAdvisor com 1.100 viajantes mostrou que 53% viajam com os animais de estimação, sendo que 52% só ficam em um hotel se ele for pet friendly. No Sesc, outras sete unidades oferecem serviços de hospedagem para pets: Hotel Sesc Torres e Hotel Sesc Gramado, no Rio Grande do Sul; Pousada Rural de Lages, Hotel Sesc Cacupé e Hotel Sesc Blumenau, em Santa Catarina; Sesc Praia, no Piaúí; e Hotel Sesc Iparana, no Ceará.