Acessibilidade
Acessibilidade: Aa Aa Aa
17 de dezembro de 2021

O Departamento Nacional do Sesc comunica à sociedade que a Escola Sesc de Ensino Médio não vai encerrar suas atividades. A unidade, situada no estado do Rio de Janeiro, passa atualmente por mudanças em seu modelo de atuação, com vistas à ampliação do seu impacto social, principalmente junto ao seu público prioritário – jovens dependentes de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, com renda familiar inferior a três salários mínimos. Essa reestruturação, que teve início em 2019, prevê a descontinuidade gradativa do regime residencial que possibilitará o aumento do atendimento no campus de Jacarepaguá. A perspectiva é ampliar expressivamente o número de estudantes, passando para 1020 matriculados até o ano de 2025.

Dessa forma, a partir de 2025, a Escola Sesc de Ensino Médio passará a atender apenas a alunos residentes no Rio de Janeiro, em sistema de externato, mantendo o ensino integral e gratuito, com carga horária total de 4.200 horas, conforme previsto na Base Nacional Comum Curricular. Até 2024, a unidade mantém o regime residencial para atender os alunos de outros estados que ingressarão em 2022 e os que já cursam as 2ª e 3ª séries neste formato – cerca de 55% do corpo discente – respeitando os atuais contratos de prestação de serviços educacionais.

Para viabilização do novo modelo de atuação, fez-se necessária a reformulação de parte do quadro docente. O formato residencial demandava profissionais com carga horária ampliada, para acompanhamento multidisciplinar dos jovens residentes, 24h por dia, 7 dias na semana. A descontinuidade gradual deste modelo implica em uma redefinição do perfil dos professores, que passam a ter uma carga horária diferente. Considerando o crescimento projetado e a ampliação de matrículas, em um futuro breve serão abertas novas oportunidades a docentes em todas as áreas do conhecimento, adequadas a este novo modelo de ensino integral, em sistema de externato.

O desligamento dos funcionários não caracteriza uma demissão em massa, conforme vem sendo divulgado equivocadamente pelas redes sociais, mas uma readequação das necessidades da instituição diante do novo cenário, tendo sido assegurado aos profissionais todos os seus direitos e benefícios trabalhistas.

Criada em 2008 pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), instituição privada mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo, a Escola se transformou, em pouco tempo, em um projeto pioneiro e reconhecido nacionalmente na oferta de Ensino Médio. A atual reestruturação é um reflexo das mudanças no contexto econômico e social e vem ao encontro da alta demanda registrada no Rio de Janeiro, que representa em média 60% das inscrições nos processos seletivos.

Assim, a instituição reafirma que a Escola Sesc de Ensino Médio prima por uma educação de excelência, que visa à formação de jovens cidadãos, solidários, socialmente responsáveis e preparados para serem protagonistas de suas trajetórias no campo pessoal e profissional. Esse é um compromisso do Sesc.

 

Notícias Relacionadas:

V Mostra Sesc de Cinema anuncia os vencedores

Edição 2022 do concurso apresentará 33 filmes de todas as regiões do Brasil...

III Seminário Sesc Etnicidades promove o protagonismo de indígenas e negros

Evento ocorre em São Paulo, de 10 a 12 de agosto    “Quando eu penso no f...

Corridas do Sesc movimentam atletas em todo o país

Circuito oferece diferentes distâncias aos atletas As corridas de rua volt...

Últimas notícias

Fique por dentro dos acontecimentos e artigos mais recentes sobre o Sesc e o Brasil.

Últimas notícias

Fique por dentro dos acontecimentos e artigos mais recentes sobre o Sesc e o Brasil.

Utilizamos cookies em nosso site para trazer uma melhor experiência aos visitantes. Para mais detalhes, leia nosso Termo de Privacidade e Dados Pessoais.

Font Resize
Contraste